Eutimiafg

Primary Care Mental Health Sustained Capacity-Building for Depression and Suicidal Behaviour (PrimeDep)

 

Um dos objetivos centrais da estratégia nacional para a promoção da saúde mental e prevenção do suicídio é melhorar a capacidade dos cuidados de saúde primários para diagnosticar e tratar a depressão e para avaliar e gerir o risco de suicídio.

O objetivo do PrimeDep é responder à necessidade de novas iniciativas, em Portugal, na prevenção das doenças mentais e do suicídio, através da transferência de conhecimento no contexto da prestação de cuidados de saúde mental a nível dos cuidados de saúde primários.

Este objetivo será alcançado através da aplicação de princípios, métodos e materiais baseados em evidência, utilizados no contexto de atividades de formação organizadas em cascata, com quatro níveis de intensidade crescente, e através do uso de inovações tecnológicas.

O projeto beneficiará milhares de profissionais dos cuidados de saúde primários, 400 000 doentes e uma população de 2 milhões de pessoas nas áreas intervencionadas (utentes das quatro administrações regionais de saúde e dos 12-16 agrupamentos de centros de saúde).

O projeto prevê os seguintes resultados:

1) Produção de um relatório sobre as barreiras à prestação de cuidados de saúde mental a nível dos cuidados de saúde primários; 2) Formação de 12 profissionais da área da saúde mental, enquanto líderes regionais, 4300 profissionais dos cuidados de saúde primários formados (900 peritos em depressão); 3) Um site para sensibilizar a população para as questões da depressão e suicídio; 4) Uma plataforma de formação em e-learning; 5) Uma aplicação de autoajuda guiada para telemóvel e tablet; 6) Quatro artigos científicos sobre os resultados das várias intervenções previstas no projeto.

O National Centre for Suicide Research and Prevention (NSSF), a instituição parceira do país doador, apoiará a coordenação científica, providenciará o acesso a especialistas e dará apoio na formação dos formadores.

A participação de profissionais dos cuidados primários, os recursos e conteúdos tecnológicos e a monitorização serão garantidos através de outras parcerias.